Resenha Crítica


 O Espetacular Homem Aranha (The Amazing Spider Man) - 2012

Quando assisti a primeira versão de Homem Aranha, dirigida por Sam Raimi, eu deveria ter 13 anos de idade. Confesso que fiquei encantado com aquela produção, pois sempre gostei muito desse herói.

Dez anos depois, aqui estamos nós, após três filmes de homem aranha, todos feitos por Sam Raimi, temos uma releitura dirigida por Marc Webb. Um de seus trabalhos mais notáveis é (500) dias com ela, uma ótima comedia romântica, e alguns vídeos clipes? Mas gastar 136 minutos para contar uma mesma historia é um pouco de exagero. Nessa releitura vemos apenas os pais de Peter tentando, de maneira falha, colocar mais intriga ou até mesmo mais obscuridade no herói.

Ouvi muitos leigos dizendo que nesse filme capricharam em efeitos visuais. Obviamente em 2002 também foi um marco em efeitos visuais, indo de acordo com sua época, e arrisco até em dizer que a qualidade não decaiu tanto assim! É claro que hoje com um orçamento de R$ 220 milhões é de se esperar efeitos de qualidade.

Confesso que esse filme retrata melhor os quadrinhos, principalmente mostrando Peter construindo seu dispositivo para disparar as teias. E finalmente podemos ver o Lagarto como vilão, coisa que Sam Raimi estava preparando desde o primeiro filme, mas por pressão de produtores tivemos o fiasco de Spider man 3. O legal desse filme foi perceber que as teias que o homem aranha disparava tinham um foco, uma direção (diferente das produções anteriores que ele as lançava nas nuvens).

Andrew Garfield, intérprete de Peter, se esforçou muito para o papel, gostei de sua interpretação. Um pouco confusa ,por hora, mas tem tudo para ser de vez o novo rosto, apagando assim a imagem de Tobey Maguire (eu prefiro Tobey). E acredito ser uma grande jogada esse homem aranha passar mais tempo sem a máscara, apenas para nós focarmos no rosto do novo ator e esquecer o posto do antigo dono.

O espetacular homem aranha não é uma produção descartável, mas aconselho a sempre verem a versão normal do filme, e deixar o 3D de lado, pois Marc Webb não soube usar isso a seu favor, apenas colocando imagens do nada, como você com a visão do homem aranha escalando prédios e etc. Coisas que não empolgam o expectador.


Por Fábio Sousa.

1 comentários:

Fábio Sousa disse...

ae eu dou valor, EHAEUHEu *---*

Postar um comentário